Técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos ainda podem se cadastrar para atuar como voluntários junto aos Centros de Triagem

Durante esta quinta-feira, 26, os profissionais da área da saúde e equipes que vão atuar junto aos Centros de Triagem passam por uma capacitação técnica extraordinária para se preparem para o início das operações nos locais. No entanto, toda ajuda, neste momento, é necessária. Por isso os enfermeiros, técnicos de enfermagem e médicos que queiram se voluntariar e se unir a estes esforços ainda podem se cadastrar junto à Defesa Civil do Município (199 e  (53) 3233-8460) ou pela página da Prefeitura (http://www.riogrande.rs.gov.br/cadastro-voluntario/), preenchendo formulário.

Para ser um voluntário, além das atribuições profissionais acima mencionadas, as pessoas devem ter disponibilidade em um dos turnos: manhã, tarde ou noite. Aos voluntários, além do treinamento, serão fornecidos equipamentos de proteção individual (EPI’s) e alimentação.

Duas estruturas foram instaladas nos arredores de hospitais no centro da cidade. A primeira delas está erguida junto à Cardiologia da Santa Casa e operará como um Centro de Informações ao Covid-19, local que, assim como explica a nominação, servirá para acesso a informações presenciais, retiradas de dúvidas, orientações e encaminhamentos.

Já a segunda estrutura, que está localizada em frente ao Pronto-Socorro da Santa Casa será o Centro de Triagem propriamente dito. Nele, o paciente com intercorrências respiratórias será recebido para uma triagem inicial, que incluirá a avaliação de temperatura, escuta dos sintomas apresentados (sintomatologia), notificações para a Vigilância Epidemiológica e orientação para o atendimento adequado, de acordo com o caso.

Além das capacitações do dia, a gestão dos centros também ainda está alinhando, nesta quinta-feira, como deverão se comunicar, internamente, o fluxo dos pacientes, o acesso e organização da logística nos espaços, com a segurança em saúde necessária para tal. “Há todo um trabalho sendo implementado no que tange à questão do acesso em segurança, o fornecimento dos EPI’s, e o recrutamento dos voluntários, vez que nós já estamos com os nossos profissionais da rede em outras demandas, para que os centros possam entrar em funcionamento”, esclarece Patrícia Echevengua, enfermeira da SAMU e apoiadora técnica que está atuando na estruturação dos espaços.

Tanto o Centro de Triagem, quanto o Centro de Informações funcionarão das 8h às 23h, seguindo orientações médicas do Comitê Técnico de Enfrentamento ao Covid-19, que entende que este deve ser o horário estratégico para a sua atuação. A construção dos centros envolve a parceria da Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro, a Defesa Civil, a Secretaria de Município da Saúde e Voluntariado.

Assessoria de Comunicação/PMRG