Basilina Pereira
Membro Correspondente da Academia
Residente em Brasília – DF
basilina@brturbo.com.br


ATROPELO
 
O dia espera pelo sol
com toda a força do amanhecer,
mas a noite se antecipa
e engole a luz:
alega cansaço, exibe olheiras,
precisa do tempo que ainda não veio,
da surpresa tatuada no escuro
sobreviverá a poesia sem o crepúsculo?