SMEd promoveu Encontro de Formação Continuada para os(as) Professores(as) dos 4º e 5º Anos da Rede Municipal

A Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd), através do Núcleo dos Anos Iniciais, promoveu, no dia 10 de outubro, o encontro formativo para os(as) docentes que atuam com os 4º e 5º Anos nas escolas da rede pública municipal. O encontro aconteceu no turno da tarde, no Auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Rio Grande (SINTERG), e contou com a parceria da Assessora Pedagógica das Relações Étnico-raciais e do Ensino Religioso, Professora Ingrid Costa.

Na ocasião, foi realizada uma Roda de Conversa intitulada “Cultura afro-brasileira: práticas pedagógicas para a educação das relações étnico-raciais”, que foi ministrada por Marisa Farias e Lisiane Costa da Silva Silveira, ambas professoras do 5º ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental Frederico Ernesto Buchholz.

No primeiro momento, a Professora Lisiane realizou uma contextualização acerca da Lei nº 10.639/2003, que em 2018 completa 15 anos. Foi apresentada a relevância do olhar, da escuta sensível e do respeito à cultura do povo negro, elucidando a importância do professor no olhar frente às diversas etnias presentes no cotidiano da escola e pontuando o desenvolvimento de ações que valorizem a identidade e o respeito à individualidade dos educandos no contexto escolar.

Logo após, a Professora Marisa compartilhou com os presentes um pouco de sua história de vida, apontando algumas reflexões e possibilidades para uma educação para as relações étnico-raciais na escola, exemplificando, através de atividades realizadas em sua prática docente, possibilidades para tal.

Foi proposto aos docentes que escolhessem alguns dos artefatos expostos no local para que, em grupo, pudessem pensar atividades a serem desenvolvidas com as crianças e jovens, a fim de desenvolver o senso crítico-reflexivo sobre a cultura herdada pelos povos de matriz africana. Os professores realizaram uma qualificada e prazerosa roda de conversa a partir de suas colocações e foram apresentando as práticas aos demais.

Foi um momento bastante enriquecedor, principalmente por tratar de questões latentes e que ainda precisam de diálogo e aprofundamento, para que sejam amplamente inseridas de forma efetiva e interligada às ações pedagógicas e ao currículo escolar”, explicou a coordenadora do Núcleo dos Anos Iniciais, Juliane Alves.

 

SMEd
Roberton Reis
Com informações do Núcleo dos Anos Iniciais