Arquivo para o ‘Superintendência de Gestão Pedagógica’ Categoria

A Escola Municipal de Educação Infantil Prof.ª Nilza Alves Gonçalves, que está localizada no bairro América, em virtude da previsão de chuva para este sábado, dia 23, transferiu para o dia 07 de julho, às 14h30min, o “Arraial da Nilza”.

 

SMEd
Roberton Reis
Com informações da EMEI Nilza Alves Gonçalves

As turmas dos Anos Iniciais (1º ao 5º Ano) da Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof.ª Wanda Rocha Martins, que está localizada no bairro Cassino, iniciaram o trabalho com as Cartilhas fornecidas pela Coordenadoria Municipal de Defesa dos Direitos dos Animais, com enfoque nos seguintes temas: guarda responsável, cuidados básicos, castração, lei dos maus tratos, crime de abandono.

As atividades desenvolvidas com os pequenos, inseridas no Projeto “Gentileza”, o qual é coordenado pela professora Jacqueline Russo e desenvolvido desde 2015, recebem o auxílio dos alunos dos Anos Finais (6º ao 9º Ano), que estudam no turno da manhã e à tarde atuam como “Multiplicadores da Gentileza”.

 

SMEd
Roberton Reis
Com informações da EMEF Prof.ª Wanda Rocha Martins

Na última terça-feira, dia 19 de junho, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Frederico Ernesto Buchholz e a Escola de Educação Especial José Alvares de Azevedo promoveram uma importante manhã de integração, mostrando que a Inclusão é a grande promotora de mudança social.

As professoras Deise Simões, Katiani Velleda, Renata Pinheiro (EMEF Frederico E. Buchholz), Carla Farias (EEE José A. de Azevedo) e Karen Barbosa (que atua nas duas Escolas) fizeram uma “Roda Musical” para a turma do Berçário, na qual os alunos com deficiência visual foram os protagonistas daquele momento, ao proporcionar ao grupo de crianças a  oportunidade de conviver e respeitar as diferenças desde a primeira idade.

A EMEF Frederico E. Buchholz trabalha com o Projeto “Mais Amor Por Favor” e, dentro dessa ideia, as professoras do Berçário perceberam a necessidade de abordar questões de amorosidade com os pequenos. A atividade iniciou com muitas ações e a abordagem da história “Bento, o Ouriço”, na qual o personagem quer um abraço e ninguém pode dar, pois ele é diferente; até que ele encontra um jacaré que quer beijar e não consegue, mostrando que padrões de normalidade são apenas imposições sociais.

Surge assim a ideia de levar à EMEF Buchholz o Grupo de Atividades da “Vida Autônoma e Social” (AVAS), que se faz ser visto nos diversos lugares da Cidade, demonstrando que não há barreiras que a Inclusão não possa transpor.

As famílias do Berçário confeccionaram as Celas Braille Lúdicas com a frase ‘Mais Amor Por Favor’, ou seja, envolvimento total de afeto e amor”, destacou a professora Priscila Wally Chagas.

 

SMEd
Roberton Reis
Com informações da EMEF Frederico Ernesto Buchholz

Divulgação

SMEd
Roberton Reis
Com informações da EMEI Daisy Guma Pagel

Na manhã da última quarta-feira, dia 20 de junho, os alunos do 5º ano A, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cidade do Rio Grande/CAIC realizaram uma aula passeio no Centro de Educação Ambiental, Ciências e Matemática (CEAMECIM), da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Os estudantes tiveram a oportunidade de se envolver em uma aventura pedagógica no corpo humano, desenvolvendo conhecimentos curriculares e saberes sobre a vida, de forma curiosa, lúdica e dialógica”, destacou o professor Guilherme Botelho Chagas.

Momentos enriquecedores como esse nos mostram que as aprendizagens são possíveis em diferentes ambientes, sobre diferentes assuntos, envolvendo diferentes pessoas, materiais e ideias. Agradecemos às professoras Fabiane Branco e Patrícia Alavriz por nos atenderem com todo carinho, paciência e atenção às nossas curiosidades”, finalizou Guilherme.

 

SMEd
Roberton Reis
Com informações da EMEF Cidade do Rio Grande/CAIC

A Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd), através dos Núcleos dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental, informa que o período de inscrições para o Encontro Formativo “As Contribuições da Neurociência para a Prática Docente” foi prorrogado até o próximo domingo, dia 24 de junho.

O Encontro Formativo acontecerá no dia 26 de junho, às 14h, no Teatro Municipal, com a palestra da Prof.ª Dr.ª Fernanda Antoniolo Hammes de Oliveira.

Para participar do Encontro, os(as) professores(as) do Ensino Fundamental que atuam nas escolas da rede pública municipal de ensino devem realizar a inscrição através do site www.riogrande.rs.gov.br/smed

As vagas são limitadas e as inscrições serão encerradas no momento em que as mesmas forem preenchidas. Clique AQUI para fazer a sua inscrição.

SMEd
Roberton Reis
Com informações dos Núcleos dos Anos Iniciais e Finais do Ensino Fundamental

O município de Rio Grande esteve mais uma vez representado no Campeonato Paradesportivo Estudantil do Rio Grande do Sul, o “Paracergs”, que foi realizado nos dias 15 e 16 de junho, em Porto Alegre, e reuniu atletas de todo o Estado no Centro Estadual de Treinamento Esportivo.

 

Os alunos do Projeto Paradesporto, da Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd), e da Escola José Alvarez de Azevedo, fizeram parte da comitiva rio-grandina. 13 atletas participantes trouxeram 30 medalhas: 12 deles participaram da modalidade de Atletismo e 1 na modalidade de Futebol de 5 para cegos. Todos conquistaram medalhas e aguardam a convocação para as Paralimpíadas Escolares 2018, organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro.

O coordenador do Projeto, professor Felipe Motta, participa pelo sexto ano consecutivo e afirma que as atividades vão além do treinamento esportivo, pois trabalha a autoestima dos alunos.“Tenho alunos que nunca imaginaram fazer as coisas que fazem hoje, especialmente em um grupo grande”, comenta Felipe. “Às vezes, a família deixa muito tempo as pessoas com deficiência dentro de casa ou mesmo a falta de projetos, faz com que eles tenham uma pequena perspectiva de vida, mas podemos vivenciar a mudança na vida dos alunos, após a participação de atividades esportivas, porque são, especialmente, de inclusão, conclui. “É a maior delegação que a cidade já enviou, no ano passado, foram 10 alunos de 5 escolas; este ano são 11 escolas”, completa.

Em 2017, o Projeto Paradesporto realizou cerca de 90 atendimentos. Só neste ano, já foram 110. “Quero que as pessoas nos vejam como ferramenta no processo de inclusão”, ratifica o professor.

Acompanharam a equipe o professor Felipe de Oliveira Motta, coordenador do Projeto Paradesporto e professor da Escola José Álvares de Azevedo; professora Rosaura Caurio, do Projeto paradesporto e EMEF Frederico Ernesto Buchholz; Frederico Neves e Frederico França, estagiários do Projeto Paradesporto; professora Carine Fernandes, vice-diretora da Escola José Alvares de Azevedo; Dinair França, professora de Educação Física da EMEB Carmen Regina Teixeira Baldino; professor Marcio França e professora Paola Machado, vice-diretora da EMEF Peixoto Primo, além do atleta-guia, Nicolas Maxwell Pereira, e 4 mães de alunos.

Gratidão é a palavra de ordem, simples assim. Estou muito grata por poder trabalhar no que gosto e poder participar de eventos como esse. Muito grata em ver que o esporte muda a vida das pessoas; ele une, reúne e fortalece. Eu vi pessoas felizes e realizadas, competindo lealmente e fazendo amigos. O Paracergs 2018, para mim, foi um grande marco e ficará  para sempre na minha lembrança e no meu coração”, destacou a professora Rosaura Caurio.

A participação dos nossos alunos num evento deste porte fortalece a ideia de que estamos no caminho certo. A nossa equipe de trabalho, composta pelo coordenador Felipe Motta, professora Rosaura Caurio e os monitores Frederico Neves e Frederico França vem desenvolvendo um trabalho de alto nível, pois utilizar o esporte como ferramenta de inclusão social é nosso objetivo, o qual estamos alcançando a cada ano que passa. Essa foi a maior delegação dos últimos anos a participar do Paracergs, e os resultados foram muito expressivos. Aguardaremos ansiosos pela listagem dos convocados do Estado do Rio Grande do Sul para a Paralimpíada Nacional, na torcida para que tenhamos vários de nossos alunos entre eles”, ressalta Leontine Santos, assessora de Educação Física da SMEd.

Confira os alunos rio-grandinos premiados no Paracergs 2018:

Escola José Álvares de Azevedo:

  • – Gabrielli Amaral, classe 11, categoria C, campeã nos 100m, 400m e arremesso de peso.
  • – Rhuan Duarte, Classe 11, categoria C, campeão nos 100m, 400m e arremesso de peso.
  • – Ayslan Fernandes, aguarda convocação para a seleção gaúcha de Futebol de 5 (cegos)

EMEB Carmen Regina Teixeira Baldino:

  • – Matheus da Gama, Classe 35/36, categoria B, campeão nos 60m, 150m e lançamento de pelota

EMEF Frederico Ernesto Buchholz:

  • – Natalia Siqueira, Categoria A, Classe 46, campeã nos 60m, 150m e lançamento de pelota

Escola Estadual Marcílio Dias:

  • – Keimilyn Amaral, categoria A, classe 38, campeã nos 60m, 150m e lançamento de pelota.

EMEF Dolores Garcia:

  • – Aaron Lucas Bonilla, categoria C, classe 35, campeão nos 100m e arremesso de peso.

EMEF Peixoto Primo:

  • – Bruna Gonzales, categoria B, Classe 36, campeã nos 75m, 250m e arremesso de peso.
  • – Matheus Munhoz, categoria C, Classe 20, participou dos 100m, arremesso de peso e salto em distância.

EMEF Admar Corrêa:

  • – Tailander Martins, Categoria C, Classe 20, 3º lugar no arremesso de peso e no salto em distância

EMEF Prof. Eliézer de Carvalho Rios:

  • – Cássio Rolim, Classe 20, participou no 400m, arremesso de peso e salto em distância

Escola CESAM:

  • – Wellisson Dorneles, Categoria C, Classe 20, 2º nos 1500m e 3º nos 400m

EMEF Manoel Martins Mano:

  • – Luciane Bica, Categoria C, Classe 20, 3ª arremesso de peso, salto em distância e 400m

Acesse aqui para ver mais fotos do Paracergs 2018.

 

SMEd
Roberton Reis
Com informações da Assessoria de Educação Física