A Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd) iniciou na última segunda-feira, 20 de outubro, no Centro de Formação para a Diversidade Cultural e Inclusão Escola Viva, formação para a utilização do novo Sistema de Gestão da SMEd, o SISMED.

A formação encerrará no dia 31 e atenderá 75 escolas, sendo 66 da rede pública municipal de ensino e 9 escolas conveniadas. Serão atendidas, a cada dia, grupos de 19 escolas.

Essa formação explicará todos os detalhes de uso do SISMED, que é um software que vai facilitar o envio de dados das escolas para a SMEd, pois reúne informações sobre Alimentação Escolar, Recursos Humanos, Inscrições para Matriculas online, Cadastro de Servidores, etc. O objetivo é eliminar o uso desnecessário de papel e permitir que decisões sejam tomadas de forma mais rápida, com base nas informações reunidas pelo software.

Com o SISMED, as gerências da SMEd poderão saber, a qualquer momento, o número de alunos por turno, total de turmas, total de alunos, número de professores, convocações, dados da Alimentação Escolar, etc.

A ideia do SISMED surgiu da necessidade de expandir o software das Matrículas online a fim de substituir o BIE, Boletim Informativo Eletrônico. Dessa forma, o que antes era feito usando planilha eletrônicas, e entregue mensalmente pelas escolas, passará a ser feito online, sem necessidade das escolas entregarem pessoalmente as informações.

O SISMED, sendo uma expansão do software das Matrículas online, é desenvolvido em PHP + MySQL, e o código pertence à Prefeitura Municipal do Rio Grande. Dessa maneira, sempre que necessário poderá ser expandido, bastando para isso a SMEd contratar programadores para realizar a tarefa. Isso faz com que o ente público não fique dependente de um único fornecedor.

Segundo o responsável pelo software, Leandro Ferreira, “um software nunca estará realmente pronto. De acordo com o feedback que vamos receber das escolas e das colegas da SMEd poderemos melhorá-lo ainda mais no futuro. Essa é a grande vantagem de possuir o código do programa, podemos alterá-lo sempre que necessário, e ter sempre uma solução que oferece o melhor resultado possível ao menor custo encontrado. É um grande avanço para a SMEd, mas ainda há muito a fazer. Nosso próximo passo é integrar as listas de chamadas das escolas, o que deverá ocorrer no próximo ano. Esse desenvolvimento só foi possível por causa da visão do secretário André Lemes, que resolveu investir nesse projeto.

Nos dias 6 e 7 de outubro, a SMEd promoveu a formação de cadastramento do SISMED, a qual também ocorreu no Centro de Formação para a Diversidade Cultural e Inclusão Escola Viva e atendeu um total de 26 escolas, sendo 9 conveniadas e 17 da rede pública municipal de ensino.

Essa formação teve por objetivo explicar o que é o SISMED para as escolas e criar uma conta no sistema. Com essa ação, todas as escolas da rede municipal passaram a possuir conta no software, além das 9 escolas conveniadas. 

SMEd
Roberton Reis

Na tarde do dia 6 de outubro, segunda-feira, o Ônibus de Inclusão Digital do Núcleo de Tecnologia Municipal (NTM) da Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd) esteve na Escola Municipal de Ensino Fundamental Humberto de Campos, no Senandes.

Na oportunidade, a assessora do NTM, Jucele Martins, e a estagiária Lidiane Neves estiveram promovendo a Oficina “Higiene e Saúde”, que tem como objetivo mostrar a importância dos cuidados com o corpo para que se tenha uma vida saudável.

Os alunos assistiram a um vídeo sobre os cuidados com o corpo e, logo após, as assessoras do NTM debateram com os alunos acerca do tema apresentado. Em duplas e trios, os alunos criaram, no editor de textos, “minicartazes” com uma frase de incentivo aos cuidados com o corpo, os quais foram, posteriormente, fixados no prédio da escola. Logo após, as assessoras disponibilizaram aos alunos jogos virtuais que tratam dos cuidados com o corpo.

SMEd
Roberton Reis

 

Aconteceu no dia 3 de outubro, no Sport Clube Rio Grande, o I Circuito de Integração – Rede Rio Grande, que teve por objetivo possibilitar a integração dos alunos da Rede de Esporte Educacional; Conhecer o Centro de Referência Esportiva localizado no Clube; além de possibilitar aos alunos a vivência de diferentes práticas esportivas.

O circuito foi composto por seis estações: Slackline, Atletismo, Punhobol, Taekwondo, Caçador e Futebol, as quais foram monitoradas por acadêmicos da Universidade Federal do Rio Grande (FURG)  e pelos professores da Rede Rio Grande.

O evento esportivo, que contou com a participação de 17 escolas e acolheu 351 alunos, teve o apoio do SESI, da Viação Noiva do Mar e do Centro de Referência Esportiva. “Os objetivos foram alcançados com êxito, podendo ser verificado na empolgação durante as práticas, nas falas dos alunos durante a entrega das medalhas de participação e no retorno às escolas”, destacou Leontine dos Santos, assessora de Educação Física da SMEd.

Leia abaixo alguns relatos de professores e alunos que participaram da atividade:

Relato dos professores:

  1. Os alunos mencionaram terem adorado as atividades, principalmente a diversidade de modalidades praticadas”, Professora Maira, da EMEF Ana Neri.
  2. As alunas pediram para praticarem punhobol nas aulas e todos que participaram gostaram de terem recebido medalhas como premiação”, Professora Juliana Moraes, da EMEF Mate Amargo.
  3. Primeiramente, os alunos retrataram que gostariam de praticar somente o futebol, mas no decorrer das demais estações, eles começaram a questionar que gostariam de praticar as outras atividades por mais tempo. E ao final, expressaram o desejo de participar de outros eventos deste tipo”, Professor Márcio França, da EMEF Helena Small.
  4. Oportunizar atividades inclusivas e perceber o sucesso no discurso dos alunos é gratificante, pois os alunos surdos e deficientes intelectuais vivenciaram as atividades com alegria e integraram-se com as outras escolas”, Profª. Dinair França.

Relato de uma aluna nas redes sociais:

Estava muito legal; a gente brincou, rimos, caímos, ensinamos e aprendemos! Aprendemos um pouquinho de ‪‎taekwondo‬, ou tentamos pelo menos, mas o legal mesmo é que tivemos a chance de ensinar aos pequeninos do Bento Gonçalves e Manoel Mano‬ o que a senhora nos ensinou, e que a gente adora jogar ‪‎punhobool‬”,  Ondina Luppe, aluna da EMEF Antônio Carlos Lopes.

SMEd
Roberton Reis

O Núcleo de Diversidade e Inclusão da Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd) informa que, em virtude da realização das eleições para o 2º turno, a formação mensal para os Monitores da rede pública municipal de ensino, que aconteceria neste sábado, 25 de outubro, foi cancelada.

A próxima formação acontecerá no dia 29 de novembro, no Centro de Formação para a Diversidade Cultural e Inclusão Escola Viva, localizado na Av. Portugal, 38, às 8h30, quando será abordado o “trabalho pedagógico com os deficientes visuais. 

SMEd
Roberton Reis

No dia 10 de outubro, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Porto Seguro, localizada no bairro Parque Marinha, realizou a 8ª Feira do Livro e Mostra Cultural, a qual, neste ano,  valorizou a produção literária dos escritores rio-grandinos.

Os mais variados trabalhos foram apresentados nas diversas áreas do conhecimento, entre eles: exposição de trabalhos sobre autores, maquetes, releitura de obras de Wagner Passos e Lorde Lobo, assim como os escritores da plataforma HQ. Também aconteceram declamação de poesia, apresentação musical, entre outras ações envolvendo a literatura.

Os estudantes foram estimulados a conhecer obras de escritores de nossa cidade e, logo após,  juntamente com os professores, selecionaram alguns deles para realizarem as mais diversas atividades, desde entrevista, esquetes teatrais, recital de poesias, entre outros trabalhos. Os escritores Dalva Leal Martins, Paulo Olmedo, Iracema Martins  e Nilza Fountoura  prestigiaram o evento e participaram da atividade “Conversa com o autor”,  que envolveu emocionalmente, além dos estudantes,  os convidados que estiveram presentes.

Mensagens como “A vida nos inspira a escrever”, de Paulo Olmedo, e “É muito bom ler a vida. A vida está cheia de mensagens”, de Nilza Fountoura, dentre outras expressões dos autores, comprovam o quanto é recompensador ser um bom leitor.

Outro momento marcante da manhã foi o concurso “Poetando”, em que os estudantes da 8ª Série e dos 9º Anos, após muitas oficinas, produziram “Poesias Gaudérias”, que é um projeto elaborado pela Profª. Janise Fountoura. “Ricas produções foram analisadas sob a ótica de palavras – expressões gauchescas, rimas e declamação”, destacou a assessora de Língua Portuguesa da SMEd, Joelma Furtado.

Ainda de acordo com a assessora de Língua Portuguesa, “é uma responsabilidade imensa escrever, porque transmitimos através da palavra o que pensamos, logo, buscar desenvolver a competência leitora é um desafio, já que nesta realidade imediatista ao saborear um bom livro temos que anteriormente desenvolver a postura de um leitor – o que realmente não é muito fácil. Cabe, então, a nós, professores, buscarmos propiciar atividades como estas desenvolvidas na Escola Porto Seguro – um grande envolvimento da equipe diretiva e pedagógica que não mediu esforços para concretizar este trabalho! Todos estão de parabéns, pois foi uma atividade em que professores estiveram totalmente envolvidos, englobando os Anos Iniciais e os Anos Finais.

Para finalizar: “O Bom Livro é Porto Seguro!”, frase criada pela autora Nilza Fontoura para a  8ª Feira do Livro.

 

SMEd
Roberton Reis