A Assessoria de Educação Física dos Anos Finais da Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd) lembra que o período de inscrições para a Oficina “Punhobol na escola: mais oportunidades, mais alegrias“, direcionada aos(às) professores(as) de Educação Física da rede pública municipal de ensino de Rio Grande, encerra nesta sexta-feira, 22 de maio.

Para participar desta Oficina, que ocorrerá no dia 29 de maio, das 8h30 às 11h30, na Escola Municipal de Ensino Fundamental França Pinto; e das 14h às 17h, na Praça Saraiva, é necessário preencher e enviar o formulário de inscrição.

SMEd
Roberton Reis

A Prefeitura Municipal do Rio Grande, através da Secretaria de Município da Educação (SMEd), publica o Edital de Nomeação dos candidatos aprovados em Concurso Público para os cargos de Professor Nível I – Educação Infantil e Anos Iniciais e Professores Nível II – Educação Infantil, Anos Inicias, Artes Anos Finais, Matemática, Geografia, História, Libras e Português, homologado em 25/02/2015.

Para efetuar o registro de nomeação na forma da Lei, os candidatos terão o prazo de 15 dias, a contar da publicação do Edital de Nomeação  (20 de maio de 2015), devendo dirigirem-se ao Núcleo de Seleção e Treinamento da Secretaria  de Município da Gestão Administrativa, localizada na rua General Osório, 536, Centro.

Acesse aqui o Edital de Nomeação.

SMEd

A Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd) realizou no dia 14 de maio, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Helena Small, o 2º encontro do Fórum Municipal de Gestores Escolares, tendo como temática principal a “Educação Ambiental”.

O 2º encontro do Fórum iniciou com a apresentação,  por parte das assessoras do Núcleo de Orientação e Supervisão da SMEd, das datas dos próximos encontros, que serão realizados ao longo do ano letivo de 2015, bem como das temáticas que serão abordadas. Também foi apresentado aos diretores o “Diário do Gestor”, como um instrumento de reflexão e exposição das atividades a distância.

Logo após, foi a vez do Núcleo de Educação Ambiental da SMEd, que provocou reflexões e discussões sobre a temática da Educação Ambiental no cotidiano escolar, levantando o questionamento: “Que tipo de educador você é?”, considerando a temática abordada. As assessoras do Núcleo também transmitiram informações sobre o Programa Escola Sustentável, expuseram o trabalho realizado pelo Núcleo e informaram as atividades futuras.

A secretária-Adjunta da SMEd, Neci Bandeira, representando o secretário da Educação, André Lemes, abordou a importância do Fórum na formação dos gestores das escolas da rede municipal, bem como o papel desses gestores nas suas respectivas escolas.

Na sequência, foi a vez do secretário de Município dos Serviços Urbanos, Dirceu Lopes, falar com os gestores, apresentando um panorama geral da temática “lixo na nossa cidade”, fomentando reflexões e o debate sobre “participação social” e “cidade limpa”. Dirceu destacou a necessidade do cuidado com a cidade, no sentido de pertencimento; e a busca de uma nova cultura de limpeza urbana.

O 2º encontro do Fórum encerrou com a palestra “Gestão de Resíduos na cidade do Rio Grande”, com as funcionárias da Secretaria de Município de Controle e Serviços Urbanos (SMCSU), Neusiane Souza e Cátia Brião, objetivando demonstrar como ocorre a gestão dos resíduos sólidos e qual a importância da participação dos cidadãos nesse projeto.

Além dos gestores das escolas da rede municipal, também estiveram presentes ao Fórum coordenadores e assessores dos Núcleos Pedagógicos da SMEd, e a superintendente de Gestão Pedagógica, Ingrid Wally.

O Fórum Municipal de Gestores Escolares é realizado em dois turnos, havendo sempre a possibilidade da escolha do turno por parte dos gestores. O próximo encontro ocorrerá no dia 28 de maio, às 8h30 e às 14h, na EMEF Helena Small.

SMEd
Roberton Reis

A Secretaria de Município da Educação de Rio Grande (SMEd), através da Assessoria das Relações Étnico-raciais, no dia 13 de maio, realizou o “Fórum 127 anos Pós-Abolição: Educação Afro-brasileira para uma Educação Inclusiva”, o qual contou com relatos de experiências e debates, reunindo professores e a comunidade rio-grandina no Salão Nobre da Prefeitura Municipal.

A Mesa de Abertura do Fórum foi composta pelo vice-prefeito, Eduardo Lawson; a secretária-Adjunta da SMEd, Neci Bandeira; a representante do Conselho Municipal de Educação (CME), Maria Aparecida Reyer; e a representante da Comunidade Quilombola, Madalize Nascente. A seguir, iniciou-se a primeira mesa redonda, denominada “Ser Negro nos bancos escolares”, composta pelo assistente social, Marcel Amaral; a representante do “Coletivo Macanudos” e Historiadora, Treyce Ellen Goulart; e Madalize Nascente. A Professora Ingrid Costa, organizadora do evento e assessora pedagógica das Relações Étnico-raciais da SMEd, foi a mediadora da Mesa.

O público participante, que contou com a presença da superintendente de Gestão Pedagógica da SMEd, Ingrid Wally; gerente Pedagógica, Raquel Lempek; e representantes dos Núcleos Pedagógicos da Secretaria da Educação, além dos debates acerca das ações que a Educação brasileira tem realizado para que a população negra esteja inserida, de fato, na sociedade; e dos relatos de experiências, pode apreciar os trabalhos realizados pelas escolas da rede municipal para a implementação da Lei nº 10.639/2003. A assessora das Relações Étnico-raciais da SMEd reiterou que “a obrigatoriedade da lei da inserção do conteúdo no currículo possibilita o avanço, mas que é um processo lento”.  Ainda segundo Ingrid, um dos objetivos do Fórum é relembrar as escolas de tratar o tema desde o início do ano letivo e não apenas em datas pontuais.

Na parte da tarde, o Fórum reiniciou com a palestra “127 anos Pós-Abolição: Educação Afro-brasileira para uma Educação Inclusiva”, com a Prof.ª Dr.ª Cassiane Paixão, socióloga. Logo após foram realizados os relatos de experiências das escolas da rede municipal.

De acordo com a superintendente de Gestão Pedagógica da SMEd, Ingrid Wally, “mais do que a inserção dos contéudos relacionados à história e à cultura afro-brasileiras no currículo das escolas, o Fórum preconizou que esta temática deva ser referência para o trabalho curricular de todo o ano letivo, perpassando por todas as disciplinas, nos diferentes níveis da escola, resgatando, assim, os anos que a sociedade não reconheceu e nem valorizou o negro. A reflexão não deve ser somente no início do ano, ou em datas específicas, mas, sim, todos os dias”.

SMEd
Roberton Reis

O reinício do ano letivo do Projeto Educação para Pescadores, na Comunidade da Capilha, TAIM, que atende a estudantes jovens e adultos, ocorreu no dia 12 de maio. As aulas são ministradas na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Aurora Cadaval, às terças e quintas-feiras, das 18h às 21h.

A aula inaugural contou com a presença do coordenador do Núcleo da Educação do Campo, Felipe Alonso; da coordenadora do Núcleo da Educação de Jovens e Adultos (EJA), Márcia Meyer, juntamente com a assessora Cristiane Araujo; da coordenadora e professora da EMEF Aurora Cadaval, Alessandra Furtado; da professora da Sala de Recursos da Escola, Gislaine Vilella; do coordenador do Projeto Educação para Pescadores, Sícero Miranda; e das professoras do Projeto, Daiane Ferreira e Vanessa Luz.

Neste encontro, os coordenadores e professores elencaram a importância de se apropriar daquele espaço, assim como das aprendizagens que permeiam este Projeto. A noite foi finalizada com uma roda de conversas entre todos os participantes.

SMEd
Roberton Reis

Na segunda-feira, 18 de maio, a Escola Municipal de Educação Infantil Maria da Glória Pereira, localizada no bairro Santa Rosa, realizou uma “caminhada” em prol da conscientização sobre o combate ao abuso sexual e à violência infantil.

A atividade envolveu alunos, pais, professores e funcionários, que percorreram o entorno da Escola e o Condomínio Residencial Padre Marcelino Champagnat.

Alguns pais ainda elaboraram seus cartazes, conjuntamente com seus filhos, caracterizando, assim, a integração entre escola e comunidade. Alguns destes cartazes foram afixados no salão social do Condomínio.

SMEd
Roberton Reis

A Prefeitura Municipal do Rio Grande, através da Secretaria de Município da Educação (SMEd), visando proporcionar melhores condições no preparo das refeições oferecidas nos refeitórios das escolas da rede pública municipal de ensino, entregou liquidificadores industriais de 04 e 08 litros, de acordo com solicitação anteriormente realizada, a 17 gestores escolares.

Desde o início do ano letivo até o momento, foram entregues 71 kits de materiais de cantina para as escolas da rede municipal e instituições conveniadas. Cada kit é composto de 16 itens: garrafa térmica, bacia, bandeja, coador, escova de mamadeira, concha, caçarola, talheres de servir, acendedor de fogão, escorredor de massa, jarra plástica, mamadeira, caixa organizadora e lixeira.

Essas ações têm como objetivo a qualificação do funcionamento da cozinha e refeitório das escolas, favorecendo o trabalho das manipuladoras de alimentos da rede. Assim, os estudantes recebem uma alimentação cada vez mais nutritiva e adequada as suas necessidades para que a escola possa, através do Programa de Alimentação Escolar, ser um espaço de aprendizagem e produção do conhecimento.

SMEd
Núcleo de Alimentação Escolar