Resultados do Esquenta Rio Grande motivam organizadores para atividades mensais

Uma vez por mês. Esse é o prazo para realizar ações semelhantes a que ocorreu, no final da semana passada, durante o mutirão Esquenta Rio Grande, quando uma forte onda de frio atingiu o município e o estado. Numa reunião do vice-prefeito e coordenador da Defesa Civil no município, Paulo Renato Mattos Gomes com integrantes de órgãos governamentais e entidades da sociedade civil foi avaliado que os resultados do mutirão foram positivos e motivam ações mensais. A discussão ocorreu na Sala de Reuniões da Prefeitura, quinta-feira (11) à noite, e deixou como sugestão para o próximo evento o dia 9 de agosto.

O vice-prefeito fez questão de enaltecer a importância da participação de todos os grupos de voluntários na última atividade e nas próximas – Esperança Viva, Amigos Mais do Bem, NUPDEC Socorristas, Quinta-feira Santa, Projeto Luz do Mundo e Projeto Amor em Ação.

O acompanhamento e mapeamento de novas pessoas em situação de rua, assegurando a interlocução entre o Consultório de Rua (setor da Secretaria de Município da Saúde) e os grupos de voluntários que, também, atuam no atendimento a esse público foi outra definição da reunião, conforme explicou Eliane Menezes Costa, da equipe do Consultório de Rua. Nesta sexta-feira (12), o vice-prefeito entrou em contato com o secretário Maicon Lemos (Saúde) para quem expressou a importância desse serviço nos mutirões.

Outra reivindicação apresentada na reunião foi a de que seja disponibilizado, durante as ações, um banheiro itinerante, com objetivo de propiciar que as pessoas atendidas tenham condições de fazer higiene quando necessitarem.

Entre as sugestões apresentadas para ampliar a arrecadação de agasalhos e alimentos surgiu a Joel Marques de Souza, do Centro POP. Ele propôs que, em função da importante contribuição do Sport Club São Paulo no mutirão Esquenta Rio Grande, seja realizado uma partida de futebol, tendo como forma de ingresso na partida a doação de alimentos. A ideia foi bem recebida e está em análise, inclusive, podendo envolver as três equipes de futebol do município. Além disso, durante a Semana da Defesa Civil, em meados de agosto, novas ações deverão ser desenvolvidas.

Estruturas

Também participaram da reunião a secretária de município de Cidadania e Assistência Social (SMCAS), Cristina Juliano e o adjunto da secretaria, Chendler Siqueira. A secretária citou que a participação do Sport Club São Paulo foi primordial ao disponibilizar suas instalações como alojamento. Disse que, em momentos como esse, de frio extremo, precisamos de estrutura. Ela afirmou que, enquanto houver uma pessoa em situação de rua, haverá trabalho a ser realizado e salientou que “o que não conseguimos fazer enquanto estado, por mais que tivéssemos muito mais equipes, a sociedade está fazendo, com solidariedade, e Rio Grande está de parabéns”.  Conforme a SMCAS, existem 206 pessoas em situação de rua cadastradas no Cadastro Único no município e toda a população atendida na rua está geo-referenciada pela Secretaria.

Integrantes da Defesa Civil no município, a coordenadora municipal de Políticas sobre Drogas, Alisson Juliano, o Coordenador do Banco Municipal do Vestuário, Pedro Amaral, representantes do Sport Club São Paulo, dos grupos de voluntários Projeto Amor em Ação, Quinta-feira Santa e Projeto Luz do Mundo participaram da reunião.

Assessoria de Comunicação PMRG

Postado em: 12 de julho de 2019

Tamanho da fonte
Contraste