Prefeitura avança nas obras da rede cicloviária

Numa apresentação feita pela secretária do Gabinete de Programas e Projetos Especiais (GPPE) da Prefeitura Municipal, Darlene Pereira foi divulgado que em Rio Grande existem quase 20 quilômetros da rede cicloviária concluídos. São exatos 19,1 quilômetros finalizados. As obras em andamento nessa rede somam mais 11,2 quilômetros e faltam executar outros 15,5 quilômetros. No final dos trabalhos, com previsão para 2020, o município contará com 45,8 quilômetros de malha cicloviária.

A secretária do GPPE e o secretário de município Mobilidade, Acessibilidade e Segurança (SMMAS), Carlos Alberto Brusch Terres comemoraram os avanços nesta área, durante uma roda de conversa dentro da programação da Semana do Trânsito, que reuniu agentes de trânsito, guardas municipais, ciclistas, parlamentares, representantes da unidade do SEST SENAT e secretários de governo da Prefeitura para uma troca de ideias e melhorias nas ações que envolvem “Educação constante, ciclista seguro”.

Roda de conversa reuniu ciclistas de diversas áreas na Prefeitura

O encontro foi na noite de quarta-feira (25), no Salão Nobre Deputado Carlos Santos, sede do Executivo do Rio Grande, e teve como objetivo mostrar, também, o andamento das obras da rede cicloviária no município, além de repassar informações para ciclistas e demais presentes sobre regras no trânsito. Na exposição da titular do GPPE, foi informado que mais 1,7 quilômetros de ciclovia vão ser entregues no próximo mês. Esse trecho refere-se a ciclovia localizada na Rua Vice Almirante Abreu, desde a avenida do Canalete (Major Pinto) até a Salgado Filho e desta até a Rua Almirante Barroso.

O evento na Prefeitura foi promovido pela SMMAS e levou para o debate ciclistas de vários setores, como parlamentares do Legislativo municipal. A presidenta do parlamento rio-grandino, Andrea Westphal e o vereador Edson Lopes são ciclistas e comentaram sobre as vantagens de praticar o ciclismo não só como esporte, mas como uma atividade em benefício da saúde e do meio ambiente.

A opinião deles fez coro com a do secretário Brusch Terres (SMMAS) e com as recentes manifestações do prefeito Alexandre Lindenmeyer. Brusch afirmou que a ampliação da rede cicloviária, uma ação desenvolvida pela Prefeitura desde 2013, mostra a preocupação do Executivo em implantar uma alternativa saudável, ecologicamente correta e um estímulo para a população apreciar a cidade em todos os seus cantos, assim que a rede for concluída. Já o prefeito acredita que, deste modo, “poderemos valorizar cada vez mais a mobilidade por meio das bicicletas, seja para o deslocamento para o trabalho, para a prática do exercício físico ou simplesmente par o lazer”. Afirma que “o maior patrimônio dessa cidade são as pessoas e as bicicletas contribuem para que ela se torne ainda mais humana”.

Assessoria de Comunicação PMRG

Tamanho da fonte
Contraste