11
JAN

Notícias

Horto Municipal: um ambiente de preservação e lazer


O Horto Municipal do Povo Novo é um espaço de preservação ambiental e cultural. Nele se encontra parte importante da história rio-grandina, além de cerca de 25 espécies de plantas, nativas e exóticas que produzem flores e frutos. O espaço é mantido pela Prefeitura Municipal por meio da Secretária de Município de Desenvolvimento Primário.  As plantas lá cultivadas são enviadas para a arborização e paisagismo de todo o município, além de servir para auxiliar produtores rurais que podem solicitar doação de mudas para complementar seus plantios. A população em geral também pode visitar o horto e solicitar algumas delas. Cerca de 15 mil mudas são doadas por ano. 

Segundo informou o secretário-adjunto de Desenvolvimento Primário, Cledenir Vergara,  o horto atualmente também é utilizado como espaço de lazer pelas famílias rio-grandinas, que vão até o local para passear e fazer piqueniques. Também ocorrem visitas de escolas da cidade, quando as crianças podem interagir com as plantas e aprendem sobre a importância da preservação ambiental e histórica, por meio de lições sobre a memória das oliveiras, patrimônio histórico municipal preservado, e sobre as sementes crioulas.

O Horto foi criado na década de 30 com a intenção de plantar ameixa, mas a produção frutífera não era a principal atividade. As árvores estavam ali apenas para servir de casa para os bichos da seda, espécie que era desenvolvida para possibilitar a produção de seda que seroa utilizada pelas fábricas têxteis da região. Após alguns anos, as ameixeiras deram espaço às oliveiras. A plantação visava ser um centro de pesquisa para a produção de azeitonas. Mais de 10 espécies foram trazidas de diversas partes do país, constituindo o segundo campo de pesquisa de oliveiras do Brasil.

A área de 6 hectares conta com diversos pomares, áreas de mudas e estufas. Cinco funcionários são responsáveis por cuidar de todas essas plantas. Entre eles estão os senhores Dilson Santos e Idilio Barros que trabalham no Horto a 41 e 42 anos respectivamente. Está sobre os ombros deles um conhecimento imenso sobre as plantas, conhecimento do trabalho com plantas na prática, plantas que compõe a história, melhoram a qualidade alimentar e embelezam a cidade de Rio Grande.

Outra atividade do Horto Municipal é o projeto Quintal Orgânico, que visa a doação de diversas árvores frutíferas para a comunidade indígena e para produtores rurais. A atual edição está prevista para maio e cada beneficiado receberá cerca de 10 plantas, tais como: café, pitanga, araçá e limão.

 Além disso, o horto também serve de base para a patrulha agrícola, atividade da Secretaria de Município de Desenvolvimento Primário, que visa ajudar os produtores rurais com máquinas agrícolas, como caminhões, tratores, colheitadeiras e plantadeiras.


Fotos da Notícia


  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo

  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo

  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo

  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo

  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo

  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo

  •  - Crédito: Vernihu Oswaldo

    - Crédito: Vernihu Oswaldo





* separar os emails por vírgulas
  
Facebook Twitter Flickr

Prefeitura do Rio Grande

Largo Engenheiro João Fernandes Moreira, S/N
CEP: 96200-015 :: Telefone: (53) 3233.8400