12
JUL

Notícias

APA Lagoa Verde é incluída no Sistema Estadual de Unidades de Conservação (SEUC)


“Uma vitória do meio ambiente, que repercute de maneira muito positiva na preservação da nossa biodiversidade” Assim avaliou o secretário de Município do Meio Ambiente, Eduardo Morrone, o expediente vindo de Porto Alegre, que consolidou a inclusão da Área de Proteção Ambiental da Lagoa Verde (APA Lagoa Verde) no Sistema Estadual de Unidades de Conservação.

De acordo com a Divisão de Unidades de Conservação da Secretaria de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado, o parecer favorável deve-se ao cumprimento de requisitos legais para a criação de Unidade Conservação e à manutenção dos atributos naturais e características próprias para a categoria de manejo enquadrada, conforme regramentos federais e estaduais.

A APA Lagoa Verde é a primeira Unidade de Conservação de Rio Grande inscrita no SEUC e, a partir de agora, está habilitada para receber recursos provenientes de compensações ambientais de empreendimentos que irão se instalar no município e na região. A conquista é fruto de um trabalho de longa data realizado pela SMMA, através do diálogo com a Universidade Federal do Rio Grande, Nema, Conselho Municipal de Meio Ambiente, dentre outros agentes da sociedade civil. Em diversas agendas em Porto Alegre, o Chefe do Executivo rio-grandino, Alexandre Lindenmeyer, defendeu a proposta junto aos órgãos estaduais. Para ele, “a inclusão significa um avanço importante, que garantirá a salvaguarda de um dos grandes patrimônios do município, a APA Lagoa Verde”, disse.

O secretário adjunto da Secretaria de Município do Meio Ambiente, Luiz Arthur Filho, tambpem trabalhou ativamente nessa construção. Ele diz que é uma luta antiga, não apenas do governo municipal, como dos movimemtos ambientais da cidade. “Estamos todos, gestores e sociedade civil, bastante satisfeitos com esse parecer. Uma boa notícia, que soma-se à outros avanços atrelados à Unidade de Conservação, como a criação do Conselho Gestor da APA Lagoa Verde, em 2016”, afirmou. Segundo o adjunto, a SMMA trabalha ainda na criação de um Sistema Municipal de Unidades de Conservação Ambiental, que avaliará as áreas de interesse ambiental no município.

A Área de Proteção Lagoa Verde é uma unidade de proteção do município, criada em 2005, através de lei municipal, e possui 510 hectares. Está localizada na ERS-734, KM 7141, e perpassa os arroios Bolaxa e Senandes. Além de riachos e banhados, o local abarca a formação de dunas e matas de restiga. Possui, ainda, animais de diversas espécies, inclusive, em extinção, como o jacaré-de-papo-amarelo, a lonta e o cisne-de-pescoço-preto.


Fotos da Notícia


  •  - Crédito: Maíra Saüt

    - Crédito: Maíra Saüt

  •  - Crédito: Maíra Saüt

    - Crédito: Maíra Saüt

  •  - Crédito: Maíra Saüt

    - Crédito: Maíra Saüt





* separar os emails por vírgulas
  
Facebook Twitter Flickr

Prefeitura do Rio Grande

Largo Engenheiro João Fernandes Moreira, S/N
CEP: 96200-015 :: Telefone: (53) 3233.8400