ONDAS DA LEITURA

Quando o contar nos encanta

Quem passeia num final de tarde no balneário Cassino nesse Verão pode saborear um delicioso crepe de chocolate ou queijo, em boas companhias, tomar um chimarrão ao lado do Chimarródromo, ir ao cinema ou ainda adquirir uma novidade: um simples lápis muito comprido e colorido exposto no canteiro central da Avenida Rio Grande. As atrações e opções de presentes e sabores são várias para turistas ou moradores dessa região. Mas, nessa temporada, é ao lado do Multipalco montado pela Prefeitura no Cassino que uma atração cultural consegue prender a atenção de crianças e adultos. Ali, uma ação da Secretaria de Município da Cultura (Secult) levou para a população o Book Truck, um veículo adaptado e transformado em biblioteca itinerante que, durante esse ano, vai percorrer os bairros da cidade proporcionando diversão, arte e, principalmente, promovendo o fomento ao livro, à literatura, estimulando a leitura. A agenda de apresentações desse veículo vai começar em março.

O projeto do Book Truck é uma ação de responsabilidade social, patrocinada pela Refinaria de Petróleo Riograndense (RPR) e desenvolvido pela VR Projetos Culturais com a utilização da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, com suas atividades vinculadas à Secretaria da Cultura no município.

Essa semana, mais uma ação com esse veículo, dentro da programação do Verão Cultural da Prefeitura no projeto Ondas da Leitura, encantou quem passeava pelo Cassino. Eram pessoas que paravam para ouvir histórias contadas por contadores, bem como as histórias divulgadas por quem atua nessa biblioteca itinerante e em outros projetos desenvolvidos pela Secult no Núcleo de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas Públicas. Para quem aprecia histórias, a programação do Ondas da Leitura no Cassino é extensa, durante os meses de janeiro e fevereiro. (Confira abaixo a agenda de janeiro.)

Na última quarta-feira (8), foi dada uma amostra de como é possível encantar pessoas com histórias e ouvir outras do Núcleo numa biblioteca itinerante. Em frente ao Book Truck, e para divertir crianças e seus familiares, um jovem rio-grandino de 20 anos, formado em Magistério e professor de Educação Infantil, se transforma no contador de histórias. Fantasiado de bruxa, Brayan Gomes da Silva tira de uma cartola o estímulo para atrair a atenção de quem o assiste.

Bruxa, bruxa, venha à minha festa” é o nome da história que Brayan trouxe para contar ao público. O texto é uma releitura adaptada para a realidade do Cassino, na qual o contador diz que busca mostrar os cuidados que se deve ter com a praia, com os animais marinhos e com o planeta. “Ver que as crianças podem ter acesso à cultura e à educação, até mesmo fora da escola, me deixa muito motivado”, afirma o contador de histórias.

Mas o envolvimento com o projeto do Book Truck não é de hoje nem veio por acaso na vida de Brayan. Em Salvador (BA), ele participou de uma proposta semelhante numa comunidade carente. Aqui em Rio Grande, ele foi um dos oficineiros selecionados no Edital Verão Cultural 2020 da Prefeitura (Secult). Para o jovem, que leva ao público a proposta “A arte transforma o mundo”, ter a oportunidade de inspirar pessoas a transformar o mundo, por meio da arte e da educação, é uma experiência fantástica. Ele afirma: “Espero que a semente plantada nesse espaço floresça e dê muitos frutos, pois isso é o que todo professor sonha.”

O Núcleo de Livro e Leitura

Se as histórias que Brayan conta encantam crianças e adultos, as profissionais que atuam no Núcleo de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas Públicas demonstram um enorme entusiasmo e envolvimento com as ações no Book Truck. Elas são em maioria bibliotecárias e, também, contam histórias às crianças e as divertem com vários personagens infantis, inclusive, se caracterizando. A coordenadora do Núcleo, Luciana Coutinho Gepiak, doutoranda em Literatura, conta, emocionada, a história de um dos dias dessa ação, quando dezenas de crianças estiveram junto ao Book Truck. “As crianças chegavam com os pais e mães, devagarinho. Muitas vinham num dia e voltavam no outro.”

Para a coordenadora, o ganho com esse veículo foi valioso demais. “Se temos esse equipamento e a estrutura para transportá-lo, agora podemos levar o trabalho do Ondas da Leitura e outros projetos do Núcleo para diversos lugares. Já trabalhamos na Quinta, no Povo Novo, na Barra e em vários bairros. Uma vez por mês, a ideia é sair do Centro Histórico para levar cultura e literatura a diversas comunidades da cidade”, comenta.

Sem exagerar, Luciana diz que, para a equipe do Núcleo, poder trabalhar com o que se faz e se sabe fazer, todos os dias, é a realização de um sonho. Afirma que “a leitura se forma assim, como um trabalho de formiguinha, com a brincadeira, a imaginação, a partilha, a conversa, a troca, e isso faz com que teu universo vá se expandindo”.

Muitas crianças atendidas na atividade com a biblioteca itinerante são carentes e o trabalho realizado pelo Núcleo, na opinião de Luciana Gepiak, é um complemento às várias ações desenvolvidas por outra secretaria, a da Educação (SMED). Ela afirma que, “assim como existe o Ônibus Biblioteca, somos um atrativo a mais nas ações feitas em parceria com outras secretarias municipais”.

500 livros

O Book Truck possui um acervo de livros com cerca de 500 títulos para todas as idades, incluindo audiolivros e exemplares em Braille. O interior do furgão foi projetado para receber atividades culturais, como oficinas e contação de histórias. Oferece, ainda, área externa com espaço de convivência para os visitantes. O projeto foi iniciado em julho de 2018 e percorreu várias lugares e escolas da cidade. O furgão, que representa a ligação entre as comunidades por onde passa, foi doado à Associação de Amigos do Centro Municipal de Cultura (CMC), que em conjunto com a Secretaria de Município da Cultura (Secult) dá continuidade aos objetivos do projeto, junto à comunidade rio-grandina e às localidades mais afastadas do município.

A biblioteca itinerante montada no Book Truck é apenas umas das ações desenvolvidas pelo Núcleo de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas Públicas. Ainda existe a Primavera da Leitura, Casinhas da Cultura, Quem Conta um Conto, Livro e Café, Eu Amo Ler, Livro em Mãos, Mês do Livro, Bem Te Ler e cursos de extensão. Mas isso são outras histórias pra contar …

Programação Ondas da Leitura

Janeiro

Dia 6 – Projeto Eu Amo Ler – Troca de Livros – a partir das 14h, Biblioteca Amaury Santos – Cassino

Dia 7 – Book Truck – Biblioteca Itinerante – Oficina “A arte transforma o mundo” – 18h – ao lado do Multipalco no Cassino

Dia 8 – Book Truck – Biblioteca Itinerante – Oficina “A arte transforma o mundo” – 18h – ao lado do Multipalco no Cassino

Dia 15 – Oficina Brincando com Histórias – às 14h30min – Livraria Vanguarda, Centro (vagas limitadas, inscrições pelo fone 3235-7803, das 9h às 13h)

Dia 16 – Magriço: o menino pintor – contação de história – 18h – ao lado do Multipalco no Cassino

Dia 17 – Magriço: o menino pintor – contação de história – 18h – ao lado do Multipalco no Cassino

Dia 21 – Recital “Turismo em primeiros bordões” – comemoração ao aniversário da Biblioteca Monteiro Lobato, às 17h – Biblioteca Rio-grandense

Dia 22 – Oficina “Em busca da prosa perdida” – escrita e criativa – manhã e tarde, das 10h às 12h e das 14h às 16h (inscrições pelo fone 3235-7803)

Dia 29 – Book Truck – Biblioteca Itinerante – Oficina contadores de histórias – às 18h – Avenida Rio Grande, ao lado do Multipalco no Cassino

Dia 30 – Intervenção contadores de histórias – às 18h, Avenida Rio Grande, ao lado do Multipalco no Cassino

Publicado em: 14 de janeiro de 2020