Notícias

SMTEL e Programa Esporte e Lazer da Cidade promovem evento no Lar Gaúcho

A Prefeitura Municipal do Rio Grande, por meio da Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer (SMTEL) juntamente com o Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC), promovem no próximo sábado (9) o 4º Macroevento do PELC na Praça do Lar Gaúcho, localizada na Rua Senador Roberto Kennedy. Na ocasião serão proporcionadas atividades físicas, culturais e de lazer a fim de promover a integração social.

O PELC é um convênio entre o Ministério do Esporte e a Prefeitura Municipal do Rio Grande executado pela SMTEL. O objetivo do Programa é democratizar o acesso da população acima de 45 anos ao Esporte e ao Lazer, de forma a promover o desenvolvimento humano, a inclusão social, a melhora e/ou manutenção da saúde e a qualidade de vida. Atualmente o PELC subdivide-se em quatro núcleos nos bairros Parque Marinha, São Miguel, Querência e Vila da Quinta, sendo aberto ao público.

Confira a Programação do Evento:

15h – Abertura Oficial do Macroevento;

16h – Oficina de alongamento (Prof.ª Suelen Brum);

16h30 – Aulão de Dança;

17h – Grupo de Animação do Núcleo da Vila da Quinta do (PELC);

17h30 – Apresentação do Grupo Tchê Forró;

19h – Encerramento do evento.

Assessoria de Comunicação/PMRG

 

Estudantes da Rede Municipal de Ensino serão os representantes da 16ª Festa do Mar

O Executivo Municipal, através da Comissão Organizadora da 16ª Festa do Mar, em articulação com a Secretaria da Educação, realizará, nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental, entre os estudantes de 8º e 9º ano, a escolha do casal representante da 16º Festa do Mar/2015.

A escolha dos representantes terá como objetivo buscar envolver o jovem, enriquecer a cultura rio-grandina, e valorizar o conhecimento dos estudantes da rede municipal de ensino sobre os aspectos culturais e históricos da cidade. A primeira fase ocorrerá no período entre 24 e 31 de agosto, e a segunda, no dia 10 de setembro.

As inscrições acontecerão em duas etapas: a primeira etapa será realizada nas próprias escolas, que serão responsáveis por selecionar dois estudantes para serem seus representantes. Na segunda fase, entre todas as escolas participantes, será escolhido um casal que representará a 16ª Festa do Mar/2015. O casal escolhido poderá ser composto por mais de uma escola. Caberá à escola definir a etapa da primeira fase, respeitando o período de seleção dos candidatos.

A comissão avaliadora municipal, composta pela própria escola, escolherá dois representantes, de acordo com os seguintes critérios: competência comunicativa, conhecimento histórico-turístico cultural da cidade, conhecimento referente às festas do mar anteriores, postura e simpatia, disponibilidade de horários para estar presente durante os eventos da festa, responsabilidade quanto ao cumprimento de horários, entre outros. Os avaliadores atribuirão notas de 5 a 10 aos candidatos.

Redigido por: Raquel Thormann

Aprendiz Legal – Prefeitura e o CIEE-RS assinam protocolo de intenções

Na noite desta terça-feira (20), na Câmara do Comércio do Rio Grande, o Centro de Integração Empresa-Escola do Rio Grande do Sul (CIEE-RS) e a Fundação Roberto Marinho, com o apoio da Câmara de Comércio e da Prefeitura do Rio Grande, realizaram o 2º Seminário sobre Aprendizagem do Rio Grande do Sul 2017. Na ocasião foi assinado o Protocolo de Intenções entre a Prefeitura e o CIEE-RS para o desenvolvimento do Programa Aprendiz Legal.

O Protocolo de Intenções foi assinado pelo prefeito, Alexandre Lindenmeyer e pelo pelo gerente de operações do CIEE-RS, Lucas Antonio Sciapina Baldisserotto. O objetivo desta parceria é promover a cooperação entre as Instituições com a finalidade de proporcionar a integração do jovem aprendiz ao mundo do trabalho; de acordo com a Constituição Federal Vigente Art. 7º, Inciso XXXIII, com redação dada pela Emenda Constituição nº 20, de 15/12/98, Art. 203º Inciso III e Art. 214º, Inciso IV, e a Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, título III, capítulo IV, seção IV, entendida a aprendizagem como estratégia de formação técnica profissional metódica, compatível com o desenvolvido físico, moral e psicológico do adolescente.

O Prefeito Municipal, Alexandre Lindenmeyer, disse na oportunidade estar muito feliz com a assinatura do documento, que garante a plena formação do jovem estudante:“é uma oportunidade de que o  jovem permaneça no ambiente escolar, mas já se inserindo no ambiente de trabalho”.

O superintendente executivo do CIEE-RS, Luis Carlos Eymael, apresentou os dados de contratos a níveis estadual e nacional. Segundo ele, já são 80 municípios do Rio Grande do Sul com turmas de aprendizagem, 7300 jovens em formação e 30 mil estagiários. No Brasil, são 98 mil aprendizes e 270 mil estagiários.

Para o gerente de operações do CIEE-RS, Lucas Antonio Sciapina Baldisserotto, a assinatura do Protocolo potencializa o alcance do Aprendiz Legal no Município, que ajuda a construir um Brasil melhor para as novas gerações.  Ele afirma que elegem a causa da juventude como prioridade, devido “os desafios do mundo para um mercado cada vez mais exigente”.

 

Sobre o Aprendiz Legal

O Aprendiz Legal e um programa baseado na Lei da Aprendizagem. A Lei 10.097/2000 estabelece que empresas de médio e grande porte contratem jovens com idade entre 14 e 24 anos como aprendizagem. O contrato de trabalho tem duração de até dois anos e, nesse período, o jovem é capacitado na instituição formadora e na empresa, combinando formação teórica e prática.

O público prioritário para o programa são adolescentes e jovens em situação de maior vulnerabilidade e risco social, beneficiários do Bolsa Família, inscritos no Cadastro Único, em medidas de proteção de acolhimento institucional, beneficiários de Prestação Continuada e pessoas com deficiência. O jovem também precisa estar matriculado e frequentando a escola caso não tenha concluído o Ensino Médio.

São benefícios e direitos do aprendiz: a inserção no mercado trabalho a partir dos 14 anos sob regime CLT; salário mínimo-hora ou remuneração prevista em acordo coletivo/piso regional; formação teórica e pratica profissional; FGTS com alíquota de 2%; férias; décimo terceiro salários; proibição de trabalho noturno, insalubre, perigosos e penosos para os menores de 18 anos (após 22h); vale transporte para a formação teórica e prática; proteção previdenciária; e são vedadas atividades em horários incompatíveis com sua frequência escolar.

 

CIEE – Rio Grande

A sede em Rio Grande do Centro de Integração Empresa-Escola do Rio Grande do Sul (CIEE-RS) é localizada no endereço Rua Largo Silveira Martins, 23 – Sala 204, Centro. Para mais informações sobre o Aprendiz Legal, o contato é através do fone (53) 3233.9828 e o horário é das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h

Executivo participa da apresentação do Terno de Santinho

Na tarde de segunda-feira (29) o Executivo Municipal, através do vice-prefeito, Eduardo Lawson, e a superintendente da Secretaria de Município da Cultura (Secult), Goreti Butierres, prestigiou a missa em homenagem ao Padroeiro do Município do Rio Grande, celebrada pelo Padre Rafhael Pinto, a apresentação do Terno Santa Cruz. O evento ocorreu na Catedral de São Pedro,

Trazida para o Brasil pelos portugueses no início da colonização, a cultura do Terno de Santinho encanta pelo ritmo da sanfona, dos violões e dos pandeiros e tambores, pela cantoria da trova e pela religiosidade.

Para homenagear Santo Antônio (dia 13), São João (dia 24) e São Pedro e São Paulo (dia 29), os grupos se reúnem na casa do cantador, puxador da trova sempre na véspera do dia do santo homenageado, e perto da meia noite visitam as casas da comunidade fazendo serenata, pedindo licença aos donos da casa para entrar e abençoar o lar e a família. Ao abrir a porta o dono da casa da o sinal 'de aceite' o grupo entra levando cerimoniosamente o estandarte do santo, faz a cantoria da reza e depois inicia a festa para homenagear o santo do dia. Normalmente a festa termina em volta da fogueira com comidas e decoração típica das festas juninas.

Em Rio Grande o Terno de Santinho é bastante vivenciado nas ilhas e no distrito de Povo Novo onde o Terno Santa Cruz há mais de um século é uma tradição passada de pai para filho. Nos últimos 50 anos tem como cantador o Sr. Paulo Pereira, o Mestre Jacaré, (Prêmio Asas – Mestre da Cultura Popular pelo Ministério da Cultura por iniciativa do Ponto de Cultura ArtEstação) que já está ensinando ao seu neto para que a cantoria não se perca no tempo.  

Pelo segundo ano consecutivo a Secult traz o grupo para participar da missa que encerra as festividades de São Pedro, na Catedral, realizando um antigo desejo de Mestre Jacaré: “Eu sonhei por muitos anos essa entrada do Terno Santa Cruz na casa de São Pedro é uma honra para mim e para os meus cantadores e cantadoras estar aqui pelo segundo ano seguido.Vivemos para abençoar e saímos mais abençoados do quando aqui chegamos”

O terno Santa Cruz encantou os fiéis que lotavam a Catedral, levando ao conhecimento do público do centro da cidade essa cultura que é desenvolvida no interior do município.

De mãos dadas o público, do centro e do interior, unidos pela fé e pela cultura encerrou com orações e cantoria a tradicional festa do santo padroeiro da Cidade e do Estado.  

Informações da Secretaria da Cultura

 

SERÁ RETOMADO NESTA TERÇA-FEIRA O TRANSPORTE AQUAVIÁRIO ENTRE RIO GRANDE E ARROIO GRANDE

Será retomado nesta terça-feira (17) a partir das 13h30min o transporte aquaviário de veículos no Canal São Gonçalo. Depois de 10 anos desativada, a travessia de balsas entre Rio Grande e Arroio Grande – na localidade de Santa Isabel do Sul – foi anunciada na cerimônia deste sábado (14).

O trecho possui 170 metros de extensão e é um segmento aquaviário da RS-473, que liga a BR-116 e a BR-471. A medida vai reduzir em aproximadamente 100 quilômetros a distância rodoviária entre os dois municípios além de beneficiar a população dos municípios da Zona Sul do Estado.

O prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer, acompanha a pauta desde o início de sua trajetória política. Quando a atual gestão assumiu a administração da Prefeitura riograndina, participou de forma contínua das negociações para garantir o retorno da travessia. Em novembro do ano passado estava na assinatura do Termo de Referência que garantiu a concessão do serviço durante o período de um ano para coleta de dados e elaboração de planilha de custos. Depois dessa etapa será realizada a licitação de contratação definitiva da empresa.

“O longo processo finalmente resulta na comemoração do desfecho positivo. Estamos muito felizes em poder participar dessa conquista para a região Sul do Estado”, disse Lindenmeyer na cerimônia deste sábado. O prefeito ressaltou que o transporte aquaviário no local representa grande avanço, beneficiando a população e também a economia do Sul gaúcho.