Ação Leão

Campanha para arrecadação de recursos por meio da destinação de imposto de renda devido, para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente.

O que é? Por que doar?

As doações ao Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – COMDICA via AÇÃO LEÃO, possibilitam a qualificação da rede de atendimento, auxiliam no processo de inclusão de crianças e jovens cidadãos que vivem em vulnerabilidade social e em situação de risco e evitam que outras crianças e adolescentes passem a fazer da rua seu local de subsistência e moradia.

Sua contribuição, além de auxiliar milhares de crianças e adolescentes atendidos diariamente pela rede municipal e conveniada, é um exercício de cidadania.

Ao contribuir para o COMDICA, você está decidindo que parte do seu imposto fica em Rio Grande, para o desenvolvimento de programas e serviços dirigidos a nossa infância e juventude.

Além disso, as doações podem ser deduzidas no Imposto de Renda.

Qualquer cidadão pode fazer doação ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, contribuinte ou não do Imposto de Renda.

A contribuição de pessoas físicas ou jurídicas é feita através do Documento de Arrecadação de Doações (DAD), ou por transação bancária, mediante emissão de bloqueto bancário do Banco do Brasil emitido neste site e pagável em lotéricas e agências bancárias.no botão de edição para alterar esse texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

As Pessoas Físicas, que declaram seu imposto de renda pelo formulário completo, podem destinar para o COMDICA até 6% do Imposto de Renda devido, apurado na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda do ano-calendário anterior.

As Pessoas Jurídicas, que declaram pelo lucro real, poderão deduzir do imposto devido, a cada período de apuração, o total das doações efetuadas ao COMDICA devidamente comprovadas, vedada dedução como despesa operacional. A dedução pode ser de até 1% do imposto devido em cada período de apuração. Para fins de comprovação, a pessoa jurídica deverá registrar em sua escrituração os valores doados, bem assim como manter em boa guarda a documentação correspondente.

ATENÇÃO: esta ferramenta virtual serve para a identificação do “investidor social” e impressão do Documento de Arrecadação de Doações – DAD.

O recolhimento do valor a ser destinado deve ser efetuado:

– na rede bancária – em Agências Lotéricas;

– via internet acessando o seu banco virtual.

O preenchimento do CPF/CNPJ do investidor social é obrigatório para fins de identificação e envio de dados para a Receita Federal (Declaração de Benefícios Fiscais – DBF) garantindo a dedução. O preenchimento dos demais dados é opcional; eles servem para envio de correspondências – recibos, eventos promocionais do município, prestação de contas etc.

Pessoas Físicas: digitar o número do CPF do investidor social (11 dígitos) sem intervalos;

Pessoas Jurídicas: digitar o número do CNPJ da empresa (14 dígitos) sem intervalos.

IMPOSTO DE RENDA MENSAL – Valores em Reais 
 
1. Rendimentos tributáveis
2. Deduções
   2.1 Previdência oficial

   2.2 Dependente Quantidade 

O valor da dedução mensal é R$ 150,69 , por dependente.
  0,00
   2.3 Pensão alimentícia

   2.4 Outras deduções

Previdência Privada, FAPI e Parcela isenta de aposentadoria, reserva remunerada, reforma e pensão para declarante com 65 anos ou mais, caso não tenha sido deduzida dos rendimentos tributáveis. Carne-leão: Livro Caixa.
   2.5 Total das deduções  0,00
3. Base de calculo (1 – 2.5)  0,00 
4. Imposto  0,00
  Demonstrativo da apuração do imposto:

 

Faixa da base de calculoAlíquotaValor do imposto
 1ª faixa0,00Isento0,00
 2ª faixa0,007,5 %0,00
 3ª faixa0,0015,0 %0,00
 4ª faixa0,0022,5 %0,00
 5ª faixa0,0027,5 %0,00
 Total0,000,00
5. Alíquota efetiva – %  0,00        Percentual do imposto sobre os rendimentos tributáveis.
  

???

Tamanho da fonte
Contraste