Prefeitura e FURG apresentam modelo de distanciamento social específico para Rio Grande

O município do Rio Grande vai implantar um modelo de distanciamento social específico para sua população. A proposta foi apresentada na noite de sexta-feira (26), durante uma live transmitida no Facebook da Prefeitura Municipal do Rio Grande,  durante quase duas horas, pelo prefeito Alexandre Lindenmeyer, pelo vice reitor da FURG, Danilo Giroldo e pelo professor Tiarajú Freitas, do Instituto de Ciências Econômicas e Administrativas da FURG.

A ideia é implantar o modelo dentro de 10 dias. Até lá, sugestões da comunidade rio-grandina poderão ser enviadas e analisadas pelo grupo técnico que elaborou a proposta, nominada como “Modelo Papareia de Distanciamento Social Controlado”. Para contribuir com sugestões, foi colocado à disposição o endereço eletrônico distanciamentosocialrg@riogrande.rs.gov.br .

Ao abrir a transmissão, o prefeito Alexandre explicou que a proposta é fruto de um trabalho transversal, constituído no Rio Grande, em função da pandemia do novo coronavírus. “O que apresentamos é uma proposta planejada para esse período tão complexo que vivenciamos, com regramento definido, uma pactuação entre todos, com envolvimento de toda a população e de todos os setores da economia no município”.

Discutida há mais de um mês pelo Grupo de Trabalho Risco Rio Grande, constituído no município e que tem na composição a Prefeitura, por meio de várias secretarias de governo, a FURG, a Santa Casa e o setor de Vigilância em Saúde Epidemiológica da Secretaria de Município da Saúde (SMS), a proposta se baseia na que já está em vigor por parte do governo estadual, porém, adota outros critérios considerando as características próprias do município.

O estabelecimento de bandeiras específicas, também, está previsto nesta proposta. Um dos objetivos é gerar um sistema de bandeiras de risco próprio para o município de Rio Grande, adaptando o modelo estadual a partir de informações municipais associadas às do Estado, da macrorregião e da região a que o município pertence. O sistema de bandeiras e protocolos gerados serão sempre de igual ou maior restrição em relação ao modelo estadual, considerando as características do município e suas importantes portas de entrada e disseminação do novo coronavírus.

Uma das justificativas apresentadas para que Rio Grande implante a sua própria bandeira de risco foi a de que o Governo do Estado sinalizou que os municípios têm liberdade para ampliar o nível de risco da bandeira da região de acordo com sua situação. Outra justificativa é que o município apresenta um baixo número de leitos de UTI em relação à população, o que, facilmente, pode gerar um colapso de atendimento de casos graves no Rio Grande.

Danilo Giroldo sintetizou como vai funcionar o sistema para Rio Grande. De acordo com ele, durante a semana, é classificada a bandeira (é medido a velocidade de propagação e a capacidade de atendimento) e o Comitê Técnico em Saúde da Prefeitura analisa a bandeira, podendo elevá-la de grau. Conforme a cor da bandeira, mais restritivo é o sistema para certas atividades. “A intenção é que, durante a coleta de sugestões, possamos fazer avaliações e adequações a esse modelo de distanciamento.” A ideia é que, a partir do seu regramento, comece a funcionar dentro de 10 dias.

Danilo Giroldo (Vice-reitor – FURG), Fábio de Aguiar Lopes (Gerente de Atenção à Saúde HU-FURG/EBSERH), Marcelo Pias (Centro de Ciências Computacionais – FURG), Rosemary Silva da Silveira (Escola de Enfermagem – FURG), Rodrigo Dalke Meucci (Faculdade de Medicina – FURG) Tiarajú Alves de Freitas (Instituto de Ciências Econômicas Administrativas e Contábeis – FURG), Alexandre Protásio (Secretário de Município da Fazenda de Rio Grande), Claudio Dutra (Secretário de Município de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Rio Grande), Edilon Talayer (Secretário adjunto de Município de Saúde de Rio Grande) e Roque Werlang (Secretário de Município de Coordenação e Planejamento de Rio Grande) compõem o Grupo de Trabalho que propôs o modelo de distanciamento para o município.

Acesse a íntegra do documento apresentado nesta sexta-feira, durante a Live, a seguir:

Modelo papareia de Distanciamento Social Controlado

Veja, ainda, a Nota Metodológica elaborada pelo Grupo de Trabalho:

Nota Metodológica - Modelo Papareia de Distanciamento Social Controlado

Para rever a live, acesso o link https://www.facebook.com/PrefeituraMunicipaldoRG/videos/303739864090909/.

Publicado em: 27 de junho de 2020